Vida Saudável

Benefícios da corrida na diabetes

Para controlar os níveis de açúcar no sangue, são viáveis exercícios mais intensos, que exigem mais do sistema cardiovascular, auxiliam na redução de peso mais rapidamente e também melhoram a sensibilidade à insulina, a glicemia em jejum e o perfil lipídico.

No decorrer da atividade física, o músculo esquelético necessita de mais glicose, como forma de gerar energia, mantendo o equilíbrio nos níveis de açúcar no sangue. Contudo, esse aumento na sensibilidade à insulina, geralmente, não dura mais de 72 horas. Esta é a razão por que o treino deve ser regular, no mínimo três vezes por semana, criando um somatório, no mínimo de 150 minutos semanais.

Para além destes benefícios fisiológicos, a corrida é uma atividade que não exige uma grande logística de materiais: calçado adequado (com bom amortecimento), roupas leves e de fácil transpiração e um chapéu, caso a corrida seja realizada ao ar livre.

Corridas de curta duração

As corridas curtas, entre 20-45 minutos podem ser realizadas algumas vezes durante a semana, com algum impacto nos níveis de glicémia. Por vezes, poderá ser considerado o consumo de um pequeno snack previamente para fornecer a quantidade adequada de hidratos de carbono para a corrida. Certifique-se que tem sempre consigo algum hidrato de carbono de absorção rápida.

Corridas de longa duração

São consideradas corridas de longa duração as que se encontram no intervalo entre uma a duas horas, o que implica uma intensidade e ritmos mais baixos durante um período prolongado. As corridas de longa duração apenas são aconselhadas para os corredores com diabetes que desenvolveram boas rotinas e adaptações às corridas de curta duração. Exigir este tipo de esforço para esta duração, sem treino adequado podem conduzir a hipogliceémias severas.

A preparação tem algumas nuances que diferem das corridas de curta duração. Aconselha-se que durante os treinos ocorra uma pausa, por volta da 1h de treino, para um breve descanso, medição dos níveis de açúcar no sangue e um snack, como uma sanduíche ou uma barra de cereais, que poderá ser o suficiente para manter os níveis de glicémia controlados. A hidratação adicional é fundamental.

Fale com o seu médico antes de iniciar qualquer tipo de atividade física, pois podem ser necessários ajustes à terapêutica.

Boas corridas

Edgar Borja - Regional Master Trainer Holmes Place

holmes place

PT-DIA-00053 06/2019