Notícias

“Sweet-Football”: Como usar o futebol para controlar a Diabetes tipo 2

O Instituto de Saúde Pública da Universidade do Porto (ISPUP) e a Federação Portuguesa de Futebol (FPF) desenvolveram o projeto 'SWEET-Football', que pretende adotar o futebol como uma forma de controlar os sintomas da Diabetes tipo 2. O projeto, apoiado pelo Agrupamento de Centros de Saúde (ACES) do Porto Oriental da Administração Regional de Saúde do Norte, reuniu cerca de 30 pessoas com Diabetes tipo 2, com idades entre os 50 e 70 anos. Através do “walking football”, uma variante de futebol recreativo onde não é permitido correr e ter contacto físico, o projeto promove 180 minutos semanais de exercício físico, acompanhados de um treinador de futebol, um fisiologista e um enfermeiro.

Segundo Romeu Mendes, investigador do ISPUP responsável pelo projeto, os participantes praticam a "dose mínima de atividade" recomendada pela Organização Mundial de Saúde (OMS) para o tratamento desta doença, já que realizam treinos por semana com a duração de uma hora. A atividade física é considerada pela OMS como um dos pilares de tratamento da Diabetes tipo 2, que tem como fatores de risco a obesidade, o envelhecimento e a baixa aptidão física.

 

Fonte: https://lifestyle.sapo.pt/saude/noticias-saude/artigos/futebol-usado-para-tratar-doentes-com-diabetes

DIAB-1101272-0250  12/2018