Entender a Diabetes

Pré-Diabetes. O que é?

A diabetes é uma doença crónica que se caracteriza pelo aumento dos níveis de açúcar (glicose) no sangue e pela incapacidade do organismo em transformar toda a glicose proveniente dos alimentos. À quantidade de glicose no sangue chama-se glicemia e quando esta aumenta diz-se que o doente está com hiperglicemia.

A Diabetes deve-se em alguns casos à insuficiente produção, noutros à insuficiente ação da insulina e, frequentemente, à combinação destes dois fatores.
A insulina é uma hormona, produzida pelo pâncreas, que tem o papel de reduzir a glicemia ao permitir que o açúcar presente no sangue entre nas células, para ser utilizado como fonte de energia. Na falta da insulina ou quando a insulina não funciona corretamente, há um aumento de glicose no sangue e, consequentemente, o diagnóstico de diabetes.

Existem várias manifestações desta doença, que podem surgir em períodos distintos da vida dos indivíduos, como por exemplo Diabetes tipo 1 (DM1), tipo 2 (DM2) e Diabetes Gestacional.

A pré-diabetes corresponde a uma alteração do metabolismo dos hidratos de carbono, na qual os níveis de glicose no sangue são superiores ao normal, contudo, não são suficientemente elevados para serem classificados como diabetes.

A pré-diabetes pode ser considerado um estado intermediário entre um estádio saudável e DM2.

A pré-diabetes deve ser interpretado como um sinal de alerta porque além de estar em risco elevado de desenvolver diabetes, também aumenta o risco de doenças cardíacas e outras complicações médicas. 

Se não diagnosticado ou não tratado, a pré-diabetes pode desenvolver-se em DM 2; que, enquanto tratável, não é totalmente reversível, ao contrário da pré-diabetes.

Em todo o mundo, cada vez mais pessoas sofrem de diabetes e em idades mais jovens. Por esta razão o diagnóstico atempado é importante. Atualmente está recomendado o rastreio na população em risco de desenvolver DM2, nomeadamente em adultos com ≥ 45 anos, excesso de peso (IMC≥25) e obesidade (IMC≥30), com perímetro abdominal no homem ≥ 94cm e na mulher ≥80cm com um estilo de vida sedentário, história familiar de diabetes em primeiro grau; Diabetes gestacional prévia; História de doença cardiovascular prévia (doença cardíaca isquémica, doença cerebrovascular e doença arterial periférica); Hipertensão arterial, alterações do colesterol e consumo de fármacos que predisponham à Diabetes.

Para saber se é pré-diabético ou não, é preciso fazer uma análise ao sangue que é muito simples e que permite que sejam observados os níveis de glicose em jejum.
Como já referido, a pré-diabetes é uma condição que pode ser reversível desde que identificada precocemente e tratada corretamente.

Autor: THORDIS BERGER.  CMO - Chief Medical Officer Holmes Place Portugal 

Holmes Place

Referências bibliográficas:

  • Diabetes: Factos e Números. Relatório Anual do Observatório Nacional da Diabetes; 2015
  • Standards of medical care in diabetes 2017. Diabetes Care Jan;40 Suppl 1
  • Tuso P. Prediabetes and Lifestyle Modification: Time to Prevent a Preventable Disease. Perm J. 2014 Summer; 18(3): 88–93.

DIAB-1101272-0163  02/2018