Entender a Diabetes

Como reduzir o risco de pré-diabetes e diabetes?

Segundo o Observatório Nacional de Diabetes, em Portugal, 40,7% da população sofre de Pré-Diabetes ou Diabetes.

As pessoas com Diabetes podem vir a desenvolver uma série de complicações, necessitando, por isso, de desenvolver um método de prevenção, através de um controlo rigoroso da hiperglicemia, da hipertensão arterial, entre outros, bem como de uma vigilância periódica aos órgãos mais sensíveis, como os olhos, os rins e o coração.

A Pré-Diabetes (também caracterizada como hiperglicemia intermédia) é um grande fator de risco para o desenvolvimento de Diabetes. Nesta fase, a alteração de estilos de vida através de uma alimentação saudável e prática regular de exercício físico pode ser suficiente para reverter a situação.

Estudos comprovam que apenas com a redução de peso corporal, entre 5 e 10%, é possível diminuir o risco de desenvolver Diabetes para metade.

A Diabetes uma vez instalada não tem cura, mas um controlo adequado da glicemia pode prolongar a vida e evitar complicações nos diabéticos. Assim, a prevenção da Diabetes envolve os seguintes pontos importantes para o controlo da doença e essencialmente das suas complicações:

 

1 - Diagnóstico

É importante que o diabético conheça bem o seu tipo de Diabetes, para poder cumprir e melhorar o tratamento. O diagnóstico atempado e a gestão adequada da doença é o principal fator de sucesso no tratamento.

 

2 - Controlo da Glicemia

O objetivo principal do tratamento da Diabetes é controlar os níveis de glicemia para reduzir a probabilidade de sofrer de complicações da Diabetes.

 

3 - Alimentação

Uma das prioridades na DM 2 é melhorar hábitos alimentares e perder peso. Sendo este um dos fatores de risco que mais contribui para o desenvolvimento da doença e para o aparecimento de complicações, é também um dos fatores mais importantes a controlar. A medicação não será eficaz se não se melhorarem os hábitos alimentares.

 

4 – Atividade física regular

O excesso de peso e a obesidade estão associados ao desenvolvimento de doenças cardiovasculares e diabetes.

A atividade física é uma forma eficaz de prevenir complicações da Diabetes e de controlar os níveis de glicemia, pois vai estimular a produção de insulina e facilitar o seu transporte para as células. Além disso, a atividade física vai melhorar a sua condição cardiovascular geral.

Pode e deve optar por vários tipos de exercícios consoante a sua idade, gosto e condição física. Poderá começar por caminhadas diárias de 30 minutos em piso plano e regular. Se optar por exercícios de ginásio informe os profissionais que tem diabetes. Os exercícios mais benéficos devem ser de intensidade moderada e de longa duração (40 minutos-1 hora).

 


Autor: THORDIS BERGER.  CMO - Chief Medical Officer Holmes Place Portugal 

Holmes Place

Referências bibliográficas:

  • Diabetes: Factos e Números. Relatório Anual do Observatório Nacional da Diabetes; 2016
  • Hamman RF et al. Effect of Weight Loss With Lifestyle Intervention on Risk of Diabetes. Diabetes Care. 2006 Sep; 29(9): 2102–2107
  • Magkos F et al . Effects of Moderate and Subsequent Progressive Weight Loss on Metabolic Function and Adipose Tissue Biology in Humans with Obesity. Cell Metabolism, 2016

DIAB-1101272-0182  03/2018