Controlo da diabetes

Consulta médica

Preparação da Consulta

Um passo importante para quem tem Diabetes é a preparação da consulta. É fundamental que se sinta parte ativa na gestão da Diabetes e aprenda mais sobre esta para que saiba melhor como controlá-la. Dialogue com os elementos da sua equipa de saúde sobre o que pode fazer ao nível de autocontrolo e vigilância e esclareça todas as suas dúvidas.

Consulte também as secções Educação Multimédia e Dúvidas Frequentes e prepare as questões que gostaria de colocar ao seu médico e ver esclarecidas com maior detalhe na sua próxima consulta.

PONTOS QUE PODERÁ QUERER DISCUTIR COM O SEU MÉDICO

  • Os resultados das suas análises ao sangue e urina.
  • Problemas resultantes de níveis glicémicos muito altos ou muito baixos, incluindo os sintomas que pode ter e o que fazer perante os mesmos.
  • A sua medicação – quando tomá-la e como ajustá-la, se necessário.
  • O seu plano alimentar e que tipo de alimentos consome, bem como as dificuldades que sente relativamente a certos alimentos.
  • Todas as situações que possam interferir com a sua gestão da Diabetes no dia-a-dia, como a escola, o trabalho, viagens, etc.
  • Questões que queira aprofundar mais ou qualquer ponto em que precise de ajuda.

O QUE FAZER PARA SE PREPARAR PARA A CONSULTA

  • Se quiser abordar questões específicas, convém que o faça logo no início da consulta. Já durante a consulta, sempre que lhe surgir alguma dúvida não hesite em perguntar – este é o momento ideal para esclarecê-la!
  • Se houver algum aspeto do seu plano de tratamento que não esteja a resultar bem, tente saber quais as razões para tal.
  • Leve consigo todos os registos relativos a alimentação, exercício físico e níveis glicémicos, bem como o seu Diário da Diabetes.
  • Leve sempre o registo da medicação que está a fazer atualmente, ainda que toda a medicação tenha sido prescrita pelo médico em causa. É importante registar o nome, dosagem e número de comprimidos que toma, e a que horas. Se tiver medo de se esquecer de algo, leve as caixas inteiras dos medicamentos que está a tomar atualmente (não leve apenas as "tampas", pois frequentemente corta-se a tampa "errada", ou seja, a que não tem o nome do medicamento ou a sua dosagem).
  • Leve consigo todos os exames que realizou entre as consultas – estes podem ou não ser importantes para o médico, mas é preferível ter a mais do que a menos. Caso tenha estado internado, é muito importante levar a nota de alta que lhe terá sido dada quando saiu do hospital.

Consulte também a secção Controlo da Diabetes > Colaborar com o seu Médico para saber como tirar o máximo de partido da sua consulta.

Informação elaborada/revista por um Profissional de Saúde com experiência na área da Diabetes: Dr. João Conceição; Endocrinologista; Cédula Profissional 40956 da Secção Regional Sul da Ordem dos Médicos.

DIAB-1101272-0029